A Síndrome do retorno das férias

fale com o : pelo | via e-mail

Voltar a Página Anterior


Postado dia 28 de fevereiro de 2015 por


O regresso ao trabalho após um longo período de descanso pode ser difícil, mas o estresse pós-férias também é um sinal de que é preciso refletir sobre a própria profissão.

Voltar ao trabalho depois do período de férias é um desafio. A mudança da rotina, mesmo que breve, requer uma nova adaptação e as atividades realizadas no trabalho podem ser estressantes.

Uma pesquisa realizada pela International Stress Managemente Association (Isma) aponta de 23% dos brasileiros têm a chamada “depressão pós-férias”, em que apresentam tristeza, irritabilidade, cansaço e alterações de apetite e sono.

Esses sintomas podem durar até 14 dias, mas se forem muito intensos ou prolongados, podem ser um indício de descontentamento ao local de trabalho ou à profissão.

A síndrome pós-férias não é como o desconforto que sentimos às segundas-feiras ou após um feriado prolongado. A depressão após as férias é mais duradoura. Para combater esses sintomas o essencial é planejar o seu retorno com antecedência.

Para os que sofrem mais no retorno ao trabalho a dica é dividir o período de férias. Fazer mais de uma pausa por ano pode ser extremamente benéfico para as suas relações de trabalho. Fazer três pausas de dez dias por ano é o ideal, pois é tempo o bastante para descansar.

Especialistas recomendam ainda que a falta de motivação seja compensada com atividades como um hobby ou trabalho voluntário. Dessa forma o trabalho deixa de ser a atividade que mais toma conta do dia.

– Tire férias de corpo e mente. Desligue o celular e não use o computador para assuntos de trabalho.

– Aproveite este período para passear, dormir, praticar esportes, melhorar o convívio familiar são ótimas opções e ainda ajudam a relaxar

– Volte de viagem pelo menos dois dias antes do término das férias. Dê mais tempo para se adaptar à rotina. Nesses dias, evite cafeína e álcool. Esse último está associado à depressão.

– Organize sua agenda de modo a ter menos tarefas e reuniões nos primeiros dias de retorno.

– Tente manter o ritmo do sono nos primeiros dias: vá para a cama mais cedo e use todas as estratégias para ter um sono reparador: escureça o quarto, isole os sons externos e durma com roupas confortáveis.

Receba novos posts por e-mail:
Powered by follow.it

Está passando por alguma dessas situações ou precisa de ajuda em alguma outra questão?

Fale com o d .

Este é um recurso exclusivo e foi desenvolvido para ajudar você a melhorar sua saúde mental positiva, sua resiliência e o equilíbrio entre sua vida profissional e sua vida pessoal.

Se você sentir que é uma ameaça para si mesmo ou para outra pessoa, entre em contato com o d ou ligue para o telefone de emergência 190 ou para 188 para falar com o CVV – Centro de Valorização da Vida em todo o território brasileiro.