Auxiliando colegas sofrendo com sua saúde mental

fale com o : pelo | via e-mail

Voltar a Página Anterior


Postado dia 3 de abril de 2023 por


Auxiliando colegas sofrendo com sua saúde mental

Pode ser difícil saber se o comportamento preocupante de um colega de trabalho é resultado de uma fase difícil, o que é natural e todos vivenciamos, ou é sinal de uma doença psíquica. O estigma pode dificultar a abordagem desse tipo de assunto, mas evitar uma questão de saúde mental pode privar alguém que você conhece da ajuda e cuidado de que pode precisar. E com o aumento da violência no trabalho, detectar cedo o aparecimento de doenças psíquicas é mais importante do que nunca.

Sinais de alerta

Se alguém que trabalha com você está exibindo um, ou mais, dos comportamentos listados abaixo, ele pode estar sofrendo com uma doença psíquica séria:

Pedindo ajuda

Em muitos casos, a intervenção nos estágios iniciais dos problemas de saúde mental acelera o processo de recuperação. Se você notou que alguma coisa está errada mas não tem certeza de como trazer o assunto à tona, considere:

Conversar com um gerente, supervisor, coordenador ou representante de RH. Eles podem ter recebido treinamento especializado para lidar com esse tipo de situação e talvez sejam capazes de oferecer os recursos e suporte apropriado à pessoa.

Seja cuidadoso. Discutir o tópico da saúde mental com um colega de trabalho pode ser muito volátil. Se você sente que sua ajuda seria bem-vinda e você é a pessoa mais apropriada para falar sobre o assunto, faça isso de maneira privativa para evitar criar uma situação em que seu colega de trabalho se sinta exposto ou ameaçado. Em vez de tentar identificar uma condição específica, foque sua preocupação e esforço no bem-estar dele, reforçando seu valor no ambiente de trabalho.

Oferecendo informação sobre serviços de suporte. Se seu colega de trabalho parece estar aberto a procurar ajuda, você pode querer lembrá-lo de que ele pode conversar com seu médico, buscar um profissional de saúde mental ou até um programa de assistência especializado.

Seja discreto. Se seu colega de trabalho compartilha informações pessoais com você, não as exponha ou transforme em fofoca para terceiros. Mantenha a informação que foi confiada a você privada, a menos que esteja preocupado que seu colega seja uma ameaça a ele próprio ou a outras pessoas.

Falar sobre problemas relacionados à saúde mental com alguém que trabalha com você pode ser difícil, mas existem mais recursos disponíveis do que nunca. Sendo cuidadoso, oferecendo informação e suporte, e deixando claro para a pessoa que você está disponível para ajudá-la – sem julgamentos – você pode realmente auxiliá-la a encontrar a ajuda que ela precisa.

Quer ver mais dicas para manter a saúde mental? Leia em Minha Carreira.

E lembre-se, se estiver passando por algum problema ou situação difícil, você pode entrar em contato com o Programa de Apoio ao Empregado em qualquer época do ano. Estamos aqui para cuidar do que importa para você!

Conteúdo inspirado pela LifeWorks e adaptado para a CGP Brasil.

Receba novos posts por e-mail:
Powered by follow.it

Está passando por alguma dessas situações ou precisa de ajuda em alguma outra questão?

Fale com o d .

Este é um recurso exclusivo e foi desenvolvido para ajudar você a melhorar sua saúde mental positiva, sua resiliência e o equilíbrio entre sua vida profissional e sua vida pessoal.

Se você sentir que é uma ameaça para si mesmo ou para outra pessoa, entre em contato com o d ou ligue para o telefone de emergência 190 ou para 188 para falar com o CVV – Centro de Valorização da Vida em todo o território brasileiro.