Ajude seus filhos a se informarem sobre drogas e álcool

fale com o : pelo | via e-mail

Voltar a Página Anterior


Postado dia 15 de maio de 2023 por


Ajude seus filhos a se informarem sobre drogas e álcool

Uma das maiores preocupações dos pais é em como ajudar seus filhos a tomarem as decisões mais saudáveis possíveis para suas vidas, especialmente no que diz respeito às drogas e ao álcool. Algumas orientações que podem ajudar estão listadas no artigo abaixo.

Como isso começa

Durante os estágios iniciais da adolescência é quando a criança tem maiores chances de entrar em contato com drogas e álcool pela primeira vez. À medida que as crianças se tornam mais independentes e começam a experienciar coisas novas, elas naturalmente irão conhecer mais pessoas e se deparar com situações de risco como essas.

A maioria dos jovens experimenta drogas ou álcool simplesmente por curiosidade, ou para se encaixar em um grupo de amigos que faz uso dessas substâncias. Existem diversas razões para os jovens continuarem utilizando drogas e álcool além do estágio da experimentação. Essas substâncias produzem uma sensação prazerosa, além de outros fatores como:

Ajudando seus filhos a tomarem decisões saudáveis

Embora muitas crianças possam experimentar drogas ou álcool, é importante manter em mente que a experimentação é muito diferente do vício. Nem todas as crianças e adolescentes irão experimentar as drogas às quais são expostos. Os seguintes passos podem ajudar você a manter seus filhos longe do vício em drogas ou álcool.

Eduque a si mesmo e a seus filhos. O acesso ao conhecimento é uma das melhores intervenções que podem ser feitas para prevenir o abuso de substâncias. Assim, é proveitoso se atualizar a respeito das novas drogas que estão em alta no momento. O acesso hoje é mais fácil do que nunca, com drogas disponíveis inclusive para pronta entrega pela internet. Você pode realizar rápidas pesquisas online para conhecer melhor as substâncias que seus filhos podem se deparar, e até mesmo explorar essas pesquisas junto com seus filhos para iniciar uma conversa aberta, sempre apropriada à idade deles.

Entenda suas crianças. Lembre-se da sua própria infância e adolescência. Existiam maneiras pelas quais você experimentava diferentes caminhos buscando se conhecer como indivíduo e/ou ser aceito pelos outros? Seus filhos provavelmente aprenderão do mesmo jeito que você – ou seja, cometendo erros. Isso pode ser assustador para você na posição de pai ou mãe, mas é uma parte essencial do processo de crescimento.

Comunique-se. Talvez este seja o elemento mais importante para a prevenção dos mais diversos problemas, incluindo o vício em drogas. Em termos gerais, demonstre sua preocupação e interesse e expresse seus medos e outras emoções da maneira mais clara possível, sem culpabilizar as crianças. Se seus filhos ainda não falaram com você sobre drogas ou álcool, faça perguntas a respeito. Evite dar ordens ou sermões longos, e permita-os tempo para que possam compreender e expressar seus sentimentos. Faça seu melhor para entender o ponto de vista deles. Escute, escute e escute um pouco mais.

Proporcione direção e supervisão. Crianças precisam de regras claras sobre o que é e não é considerado um comportamento aceitável. Estabelecendo regras razoáveis em relação ao comportamento do seu filho, você mostra a ele que acredita em sua capacidade para atingir essas expectativas. Isso é fundamental para se desenvolver a autoestima que as crianças usarão para resistir à pressão dos colegas e desenvolver seus próprios valores e princípios.

Procure ajuda para si mesmo. Se você está passando por dificuldades com uma criança ou adolescente e sente que precisa de apoio, contate seu Programa de Apoio ao Empregado. Também existem grupos de suporte que podem ajudá-lo, basta se permitir pedir ajuda.

Esteja sempre atento. Se você acredita que seu filho esteja usando drogas ou álcool, comece a observá-lo com mais atenção. O que está acontecendo em sua vida? Com quem eles se relacionam? Houve recentemente alguma mudança brusca de comportamento?

Seja exemplo. Como pai ou mãe, você pode querer prestar atenção no seu próprio comportamento e no exemplo que está dando em relação ao uso de drogas e álcool. Além do mais, crianças aprendem muito mais observando os adultos do que dando ouvidos ao que eles falam.

Enquanto você não pode garantir que seus filhos não usarão ou se tornarão dependentes de substâncias, você pode se esforçar para manter um bom relacionamento com eles. Para alcançar isso você deve passar tempo de qualidade com eles, fazendo com que sintam que podem falar de qualquer assunto, e acima de tudo, reforçando a cada passo que você estará lá para eles com todo o seu amor e a mente aberta, disponível para ajudá-los a tomarem suas decisões da melhor maneira possível.

Quer ver mais dicas para promover a saúde de sua família? Leia em Minha Família.

E lembre-se, se estiver passando por algum problema ou situação difícil, você pode entrar em contato com o Programa de Apoio ao Empregado em qualquer época do ano. Estamos aqui para cuidar do que importa para você!

Conteúdo inspirado pela LifeWorks e adaptado para a CGP Brasil.

Receba novos posts por e-mail:
Powered by follow.it

Está passando por alguma dessas situações ou precisa de ajuda em alguma outra questão?

Fale com o d .

Este é um recurso exclusivo e foi desenvolvido para ajudar você a melhorar sua saúde mental positiva, sua resiliência e o equilíbrio entre sua vida profissional e sua vida pessoal.

Se você sentir que é uma ameaça para si mesmo ou para outra pessoa, entre em contato com o d ou ligue para o telefone de emergência 190 ou para 188 para falar com o CVV – Centro de Valorização da Vida em todo o território brasileiro.