Insônia pode ser uma das consequências do distanciamento social: veja como lidar com o problema

fale com o : pelo | via e-mail

Voltar a Página Anterior


Postado dia 2 de junho de 2020 por


Esse importante momento de distanciamento social pode trazer mudanças profundas na rotina de todo mundo, inclusive do que diz respeito à qualidade do sono.

Tanto que é cada vez mais comum ter relato de pessoas que mudaram drasticamente os horários em que conseguem se deitar e levantar; têm dificuldade para pegar no sono ou simplesmente não conseguem dormir por muito tempo.

Vamos entender por que isso acontece.

Fatores que podem afetar o sono na quarentena

Como a insônia pode afetar a saúde?

A qualidade do sono afeta diretamente a saúde mental e física, incluindo produtividade, equilíbrio emocional, saúde cerebral e cardíaca, sistema imunológico, criatividade, vitalidade e disposição sexual.

Mesmo uma perda mínima de sono pode afetar significativamente o humor, a energia, a nitidez mental e a capacidade de lidar com o estresse. Até a fome pode ficar mais acentuada nessa condição.

Se a insônia ou dificuldade para descansar persiste, a pessoa pode sofrer com uma série de comprometimentos como déficit de atenção, sonolência diurna persistente, mudanças de humor e baixo desempenho profissional.

Mas como saber que é insônia ou  apenas uma noite mal dormida? De acordo com especialistas do Instituto do Sono, a insônia acontece quando há dificuldade para dormir três vezes por semana nos últimos três meses. Também é necessário haver repercussões no dia seguinte, como irritabilidade constante.

Já em caso de noite mal dormida, o que acontece é pouco tempo para dormir: a pessoa acorda e não está disposta para enfrentar o dia, mas tudo volta ao normal quando ela descansa.

Embora haja uma variação, a maioria dos adultos saudáveis e idosos precisa de sete a nove horas de sono por noite para funcionar da melhor maneira possível. Crianças e adolescentes precisam de mais.

A seguir, veja como combater a insônia, melhorar a qualidade do seu descanso e, assim, valorizar sua saúde e bem-estar.

Aposte na higiene do sono

É chamado de higiene do sono o conjunto de comportamentos relacionados ao sono. Eles são elaborados para que seja possível identificar e combater os inimigos do descanso noturno, por isso, podem fazer toda a diferença na rotina de quem está sofrendo com insônia ou dificuldade para dormir.

Confira os 10 mandamentos da higiene do sono:

  1. Estabeleça um horário regular para dormir e acordar;
  2. Não tire cochilos com mais de 45min durante o dia;
  3. Evite ingerir muito álcool e não fume antes de dormir;
  4. Evite cafeína (café, chá, refrigerante) 6h antes de ir para cama;
  5. Evite comidas pesadas ou doces 4h antes de dormir;
  6. Faça exercícios regularmente, mas não imediatamente antes de se deitar;
  7. Utilize roupa de cama confortável e agradável;
  8. Encontre um nível de temperatura ambiente que não incomode;
  9. Bloqueie todo o ruído e reduza ao máximo a luminosidade;
  10. Não utilize aparelhos eletrônicos na cama.

Quer ver dicas sobre como ter mais qualidade de vida? Leia em Minha Saúde.

Se estiver passando por algum problema ou situação difícil, você pode entrar em contato com o Programa de Apoio ao Empregado.

Esse conteúdo foi desenvolvido pela Latinmed, agência de comunicação e marketing para área de saúde; e validado pela CGP Brasil, especializada em Programas de Assistência ao Empregado.

Receba novos posts por e-mail:
Powered by follow.it

Está passando por alguma dessas situações ou precisa de ajuda em alguma outra questão?

Fale com o d .

Este é um recurso exclusivo e foi desenvolvido para ajudar você a melhorar sua saúde mental positiva, sua resiliência e o equilíbrio entre sua vida profissional e sua vida pessoal.

Se você sentir que é uma ameaça para si mesmo ou para outra pessoa, entre em contato com o d ou ligue para o telefone de emergência 190 ou para 188 para falar com o CVV – Centro de Valorização da Vida em todo o território brasileiro.