Sentimento de culpa

fale com o : pelo | via e-mail

Voltar a Página Anterior


Postado dia 2 de março de 2015 por


As tragédias e as turbulências da vida moderna contribuem para aumentar o sentimento de culpa, mas esse sentimento pode ser controlado.

São tantos os problemas e crises da vida moderna que é fácil se deixar levar pela culpa ou questionar atitudes com medo de possíveis consequências. O sentimento de culpa é comum e pode levar a comportamentos destrutivos.

A pressão da sociedade tem grande papel nesse tipo de sentimento. As expectativas em torno de cada um facilitam o aparecimento da culpa e da dúvida, todas as vezes em que decidimos seguir um caminho diferente.

Deixar de trabalhar para cuidar dos filhos, seguir uma carreira de pouco retorno financeiro, não optar pelo casamento… Esses tipos de decisão costumam vir carregados de julgamentos que, se não forem bem administrados, se manifestam na forma de culpa.

É importante ficar atento aos sinais de alerta para os comportamentos que causam este sentimento. Fazer uma autocrítica sistemática, apresentar tristeza constante, ansiedade e sensação de não estar à altura de outros, ou de não ser capaz de realizar algum objetivo são indícios de que você precisa de ajuda.

Como combater

Pare e avalie tudo o que você fez e o que é possível fazer. Pode ser que a sua mente esteja deturpando os fatos e a situação em que você se encontra não seja tão trágica quanto parece.

Peça a opinião de um amigo ou familiar em quem você confie para avaliar todos os cenários. Ter uma visão integrada de si mesmo é uma tarefa difícil e pessoas que nos conhecem bem podem oferecer um outro lado do problema que estamos enfrentando.

Conhecer-se a si mesmo, aliás, é essencial para evitar não apenas o sentimento de culpa, mas todo o tipo de angústia que sentimos em relação ao nosso papel na sociedade. Muitas vezes nos enxergamos apenas pelo que os outros veem em nós. Assim, estabelecemos expectativas que se transformam em objetivos, que nem sempre podem ser realizados. A constatação disso pode levar à depressão.

Saiba o que esperar de si mesmo, respeite seus próprios limites e tenha a certeza de que seus objetivos e expectativas servem apenas para satisfazer a si mesmo e a mais ninguém.

Receba novos posts por e-mail:
Powered by follow.it

Está passando por alguma dessas situações ou precisa de ajuda em alguma outra questão?

Fale com o d .

Este é um recurso exclusivo e foi desenvolvido para ajudar você a melhorar sua saúde mental positiva, sua resiliência e o equilíbrio entre sua vida profissional e sua vida pessoal.

Se você sentir que é uma ameaça para si mesmo ou para outra pessoa, entre em contato com o d ou ligue para o telefone de emergência 190 ou para 188 para falar com o CVV – Centro de Valorização da Vida em todo o território brasileiro.