Doenças de pele comuns e os cuidados necessários no verão

fale com o : pelo | via e-mail

Voltar a Página Anterior


Postado dia 8 de dezembro de 2020 por


Doenças de pele comuns e os cuidados necessários no verão

A pele reveste todo o nosso corpo e protege contra agressões externas. Mas, mesmo protegendo o corpo, ela é permeável e absorve substâncias. Por isso, é necessário cuidá-la! Além de afetar a saúde e a qualidade de vida, muitas doenças da pele podem abalar a autoestima. E, com o início do verão, precisamos redobrar ainda mais os cuidados com a pele.

Doenças de pele comuns

Acne

Muito comum na adolescência, a acne é a doença de pele que mais leva pacientes aos consultórios dermatológicos, de acordo com pesquisa Perfil das Consultas Dermatológicas (2018), da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Essa condição é muito comum e inclui espinhas e cravos que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos.

Ao inflamar e marcar a pele, existe o incômodo das lesões, mas também o lado estético e psicológico, que compromete muitas pessoas. Segundo a SBD, o controle da acne é recomendável não apenas por razoes estéticas, mas também para preservar a saúde da pele psíquica.

Prevenção:

É recomendada higiene adequada da pele com sabonete ou produto de limpeza indicada para pele acneica ou oleosa, e evitar passar a mão na face.

Tratamento:

Quem tem acne não deve nunca cutucar ou espremer as lesões, pois pode levar a infecções e cicatrizes. Para tratar, existem algumas opções, como medicamentos e procedimentos complementares, como peelings, esfoliações, limpeza de pele e outros. Mas é necessário que cada pessoa consulte um dermatologista para receber a indicação do melhor tratamento, pois ele varia de acordo com gravidade e localização.

Dermatites

Também conhecida como eczema, dermatite é um grupo de doenças que causam inflamação da pele. Ela se diferencia em diferentes tipos, como dermatite atópica, dermatite de contato, herpetiforma, seborreica, entre outras. Em comum, elas têm características como coceira e vermelhidão. Nos casos de curta duração, podem ocorrer também pequenas bolhas. Já nos de longa duração, a pele pode se tornar mais espessa.

Prevenção:

A forma de prevenção pode variar de acordo com cada tipo de dermatite. Porém, o cuidado da pele quando está irritada é algo que deve ser feito para prevenir todos os tipos. Portanto, é importante hidratar a pele, secar-se com cuidado e tomar banhos não muito quentes.

Tratamento:

O tratamento pode variar, dependendo do tipo de dermatite, mas também da extensão e da gravidade do quadro. As medidas podem ser apenas locais ou incluir a utilização de medicações via oral ou injetável.

Micose

Mais comum no verão, a micose é uma infecção causada por fungos que pode ocorrer na pele, unhas e cabelos. Os pés, a virilha e as unhas são as regiões do corpo mais comuns em que a micose aparece. E seus sintomas mais frequentes são manchas brancas ou vermelhas, coceira, descamação, dor e fissura.

Prevenção:

A melhor forma de se prevenir é manter os hábitos de higiene, como se secar bem depois do banho, evitar andar descalço em pisos úmidos, evitar calçados muito fechados e não ficar com roupas molhadas por muito tempo. Além disso, é importante usar o próprio material ao ir à manicure.

Tratamento:

O tratamento é lento e exige paciência. Para isso, é possível usar pomadas e medicamentos orais, mas sempre com orientação personalizada de um médico.

Psoríase

A psoríase é uma doença crônica e relativamente comum que apresenta sintomas que desaparecem e reaparecem periodicamente. Muita gente pensa que é contagiosa, mas isso não é verdade. Segundo a SBD, os sintomas podem variar de paciente para paciente, e conforme o tipo da doença, mas podem incluir manchas vermelhas com escamas secas esbranquiçadas, coceira, queimação, pequenas manchas brancas pós-lesões, entre outros sinais.

Prevenção:

O estilo de vida influencia no surgimento das crises de psoríase. Por isso, é recomendado seguir hábitos saudáveis, como se alimentar bem, fazer exercícios regularmente e ter boas noites de sono.

Tratamento:

Cada tipo ou gravidade de psoríase pode responder melhor a uma terapia específica. Nos casos leves, as recomendações são hidratar a pele, usar medicamentos tópicos e expor-se diariamente ao sol, nos horários e tempo adequados e seguros. Mas em outros casos, pode ser necessário uso de medicamento via oral e até tratamento com luz ultravioleta.

Câncer de pele

Em dezembro, comemora-se a campanha Dezembro Laranja, que busca conscientizar a população sobre o câncer de pele. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2020, os números de câncer de pele no Brasil são preocupantes. A doença corresponde a 27% de todos os tumores malignos no país, sendo os carcinomas basocelular e espinocelular (não melanoma) responsáveis por 177 mil novos casos da doença por ano. Já o câncer de pele melanoma tem 8,4 mil casos novos anualmente.

O carcinoma basocelular é também a terceira condição da pele que leva mais pessoas aos consultórios dermatológicos no Brasil. Isso ainda segundo a pesquisa da SBD citada no início do artigo.

Prevenção:

Os hábitos de exposição solar na infância influenciam a saúde da pele e o surgimento do câncer de pele na fase adulta. Por isso, é importante que os pequenos tenham conhecimento, desde cedo, da necessidade de cuidar da pele e se proteger do sol, usando protetor solar, óculos de sol e blusas com proteção UV, bonés ou chapéus.

Tratamento:

O tratamento pode incluir a retirada cirúrgica do câncer e terapias como radioterapia, quimioterapia, imunoterapia e medicações orais e tópicas.

Além dessas doenças, existem condições da pele, como estrias, celulite, rugas e cicatrizes que são comuns e não prejudicam seriamente a saúde, mas podem afetar a autoestima de muitas pessoas, principalmente mulheres.

Cuidados com a pele no verão

No verão, é preciso redobrar os cuidados com a pele. Isso porque o sol forte, o calor e a umidade, comuns nessa estação, são fatores que aumentam o risco de várias das doenças de pele. Confira algumas dicas para se cuidar:

Confira mais conteúdos que ajudarão a cuidar da sua saúde aqui!

Esse conteúdo foi desenvolvido pela Latinmed, agência de comunicação e marketing para área de saúde; e validado pela CGP Brasil, especializada em Programas de Assistência ao Empregado.

Receba novos posts por e-mail:
Powered by follow.it

Está passando por alguma dessas situações ou precisa de ajuda em alguma outra questão?

Fale com o d .

Este é um recurso exclusivo e foi desenvolvido para ajudar você a melhorar sua saúde mental positiva, sua resiliência e o equilíbrio entre sua vida profissional e sua vida pessoal.

Se você sentir que é uma ameaça para si mesmo ou para outra pessoa, entre em contato com o d ou ligue para o telefone de emergência 190 ou para 188 para falar com o CVV – Centro de Valorização da Vida em todo o território brasileiro.