Entendendo a conexão entre positividade e saúde física

fale com o : pelo | via e-mail

Voltar a Página Anterior


Postado dia 8 de outubro de 2021 por


Entendendo a conexão entre positividade e saúde física

Saudável e feliz, feliz e saudável: um desses elementos do bem-estar pessoal vem antes do outro? Ser saudável impacta nossa felicidade, e vice-versa?

As emoções positivas contribuem para nosso bem-estar, mas também impactam nossa saúde física. Vários estudos demonstraram que há uma conexão direta entre saúde e comportamento – pesquisadores da Universidade de Harvard comprovaram que as emoções positivas podem ajudar a tornar a vida mais duradoura e saudável. Um estudo demonstrou que as pessoas com uma perspectiva mais positiva se recuperaram mais rápido de doenças físicas traumáticas. Pesquisadores de Utah também observaram que um humor positivo pode influenciar as funções do sistema imunológico e a saúde do coração.

As endorfinas liberadas através dos exercícios físicos podem deixar você feliz, e sentir-se saudável facilita que nos tornemos otimistas em relação ao futuro. Por isso, se você busca um estilo de vida mais saudável, pensar positivamente pode ser um bom ponto de partida!

Em contrapartida, o pensamento negativo pode causar efeitos adversos sobre o corpo. Você pode se flagrar pensando que “nada importa, então posso pular um dia de treino” ou “sei que está agradável lá fora e que seria bom caminhar, mas estou ocupado agora”. O efeito negativo, ou a preocupação, também pode causar os seguintes impactos sobre o corpo:

As mudanças físicas também podem alertar você para o fato de que sua saúde mental pode estar em risco. Se você tem sentido qualquer um dos sintomas acima, pode valer a pena considerar aquilo em que você tem pensado e perguntar a si mesmo se existe uma forma de pensar mais positivo.

Você pode achar útil:

Gerenciar seus humores. Tome medidas práticas para começar seu trabalho com uma atitude saudável e a mantenha ao longo do dia.

Cultivar o otimismo. Você pode fomentar o otimismo dentro de si. Como Martin Seligman escreveu em seu livro Aprenda a ser otimista: “Sempre que você estiver desanimado, ansioso ou irritado, pergunte o que está dizendo para si mesmo. Às vezes, as crenças se revelarão precisas. Se esse for o caso, concentre-se nas maneiras pelas quais você pode mudar a situação e evitar que a adversidade se transforme em desastre. Porém, geralmente, suas crenças negativas são distorções. Conteste-as. Não permita que elas controlem sua vida emocional”. Em resumo, os otimistas consideram uma situação ruim como um desafio e se esforçam mais para resolver o problema.

Manter uma lista de pensamentos e mensagens úteis. Sempre que se deparar com uma ideia ou frase útil e positiva que faça sentido para você, anote-a. Podem ser pensamentos positivos, pensamentos tranquilizadores, humor – tudo o que você perceber que realmente ajuda a melhorar seu ânimo. Consulte algo em sua “biblioteca” de mensagens todas as manhãs e internalize-o enquanto começa seu dia.

Ignorar ou evitar pessoas que reclamam. Se você se pegar solidarizando-se com outras pessoas que reclamam, tente passar menos tempo interagindo com elas. A atitude queixosa de uma pessoa reforça atitudes semelhantes nos outros e aumenta a negatividade geral. “As pessoas que reclamam cronicamente ficam presas à condição de vítimas, e isso irrita as pessoas à sua volta”, afirma o psicólogo Michael Cunningham.

Fazer escolhas positivas.Você tem um controle maior sobre seus humores e atitudes do que imagina.

Gostou deste artigo e quer saber mais sobre dicas de saúde e bem-estar? Veja outros conteúdos semelhantes em Minha Saúde.

Lembre-se. se estiver passando por algum problema ou situação difícil, você pode entrar em contato com o Programa de Apoio ao Empregado.

Esse conteúdo foi desenvolvido pela LifeWorks e adaptado para a CGP Brasil.

Receba novos posts por e-mail:
Powered by follow.it

Está passando por alguma dessas situações ou precisa de ajuda em alguma outra questão?

Fale com o d .

Este é um recurso exclusivo e foi desenvolvido para ajudar você a melhorar sua saúde mental positiva, sua resiliência e o equilíbrio entre sua vida profissional e sua vida pessoal.

Se você sentir que é uma ameaça para si mesmo ou para outra pessoa, entre em contato com o d ou ligue para o telefone de emergência 190 ou para 188 para falar com o CVV – Centro de Valorização da Vida em todo o território brasileiro.