Saiba quais são os seus direitos como consumidor e como exigí-los.

fale com o : pelo | via e-mail

Voltar a Página Anterior


Postado dia 9 de maio de 2017 por


Ao comprar um produto ou serviço temos direitos específicos. O direito do consumidor deve ser respeitado pelas empresas, mas também é importante que cada um conheça quais são esses direitos e saibam cobrá-los no caso de violação.

Alguns desses direitos são fundamentais. Reconhecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), esses direitos são garantidos em todos os tipos de compra:

– Direito à segurança: é a garantia de que os produtos ou serviços adquiridos não representam riscos à vida ou à saúde do consumidor.

– Direito de escolha: o consumidor deve ter opções entre produtos e serviços com qualidade e preços competitivos.

– Direito à indenização: é a reparação financeira por danos causados por produtos ou serviços.

– Direito à informação: o consumidor deve ter conhecimento dos dados sobre o produto ou serviço para tomar uma decisão consciente.

A máxima de que o cliente tem sempre razão não é exatamente correta, mas o consumidor tem, sim, muitos direitos que o protegem durante uma compra. Proteger, entretanto, não significa levar vantagem em todos os tipos de negócio.

A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) são os órgãos que orientam e defendem os consumidores que se sentirem lesados.

Conheça os seus direitos e deveres antes de procurar a justiça para resolver problemas. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) está disponível para consulta no site do Procon (https://www.procon.sp.gov.br/) e também no site do Idec (http://www.idec.org.br/).

Receba novos posts por e-mail:
Powered by follow.it

Está passando por alguma dessas situações ou precisa de ajuda em alguma outra questão?

Fale com o d .

Este é um recurso exclusivo e foi desenvolvido para ajudar você a melhorar sua saúde mental positiva, sua resiliência e o equilíbrio entre sua vida profissional e sua vida pessoal.

Se você sentir que é uma ameaça para si mesmo ou para outra pessoa, entre em contato com o d ou ligue para o telefone de emergência 190 ou para 188 para falar com o CVV – Centro de Valorização da Vida em todo o território brasileiro.